BioTerra

domingo, 2 de novembro de 2008

O ciclo das rochas

A crusta terrestre é constituída por rochas continuamente recicladas pelo calor, pela pressão e pelos agentes atmosféricos. Assim, os três tipos de rochas – magmáticas (ou ígneas), sedimentares e metamórficas sofrem no decorrer do tempo geológico um processo denominado por ciclo das rochas. Este foi apresentado pela primeira vez em 1785, pelo escocês James Hutton perante a Royal Society of Edimburg.


Vejamos como este funciona:




Consideremos uma rocha magmática recém-formada, exposta à chuva, ao vento e às oscilações de temperatura que começa a degradar-se lentamente. Os seus fragmentos, arrastados água, acumulam-se e formam um depósito, que no decorrer de muitos milénios, acabará por cimentar e transformar-se em rocha sedimentar.
Posteriormente, os movimentos da crusta poderão empurrar esta rocha para o interior da Terra , onde temperaturas elevadas e fortes pressões transformá-la-ão numa rocha metamórfica.
Da mesma forma, a rocha metamórfica poderá mais tarde voltar a aflorar à superfície e ser meteorizada e transformada novamente em rocha sedimentar ou poderá afundar-se ainda mais no manto, ser fundida pelo calor, e seguidamente voltar a subir num vulcão, sob a forma de magma, e formar novas rochas ígneas, neste caso extrusivas. Assim o ciclo repete-se continuamente.


Reflexão:

O ciclo das rochas é importante, pois mostra que o nosso planeta é geologicamente activo, mas por outro lado, muitos dos arquivos históricos ficam perdidos devido ao conjunto de alterações que ocorrem, e assim dificulta o estudo e a interpretação da dinâmica terrestre. Deste modo, encontrar fósseis muito antigos é dificílimo, como é o caso dos fósseis de transição que são considerados uma «jóia geológica». Na minha opinião, o ciclo das rochas encaixa-se perfeitamente na frase «na natureza nada se perde, tudo se transforma».

Fontes:

http://fossil.uc.pt/pags/tranf.dwt

http://cnaturais7.files.wordpress.com/2008/05/ciclogeoms.jpg&imgrefurl

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial