BioTerra

domingo, 11 de janeiro de 2009

Os sismos

A cada 30 segundos o nosso planeta treme ligeiramente. Num só dia, uma estação sísmica regista em média uma centena de tremores de Terra, a maioria imperceptíveis ao homem, mas detectados por instrumentos científicos, como os sismógrafos.

Os sismos são movimentos vibratórios que ocorrem na superfície da Terra, com origem nas suas camadas superiores e provocados pela libertação de energia. Estes podem ser causados por movimento de placas, tanto em zonas de subducção, como ao longo de falhas.

O ponto onde as rochas deslizam ou fracturam é o chamado foco sísmico ou hipocentro. O movimento propaga violentamente ondas de choque em todas as direcções através das rochas circundantes, fazendo tremer o solo.
A intensidade destas ondas depende da profundidade do foco, da dureza das rochas circundantes e do quanto estas se movem.
O epicentro, na superfície, localiza-se perpendicularmente ao foco, apesar dos maiores danos poderem ocorrer a muitos quilómetros de distância.

Durante um sismo, as Ondas P (ou primárias) surgem primeiro, logo seguidas das Ondas S (ou secundárias) e das ondas de superfície (Ondas L - as mais destrutivas).
Podem ocorrer abalos premonitórios e réplicas, antes e depois do sismo principal, respectivamente.


Reflexão:
Os sismos são fenómenos frequentes e por vezes muito violentos, constituindo em conjunto com os vulcões, algumas das catástrofes naturais que mais pavor provocam nas populações. Assim, a actividade sísmica recorda-nos que o nosso planeta é um corpo dinâmico, cheio de energia e em constante transformação, e que num «fechar de olhos o nosso mundo sólido e robusto pode desaparecer!» Apesar de, muitas vezes, causar grandes danos, é o método que fornece mais informações para o estudo do interior da geosfera! Fica assim, aqui uma pequena introdução à redescoberta do nosso planeta através da sismologia
!



Fontes:
Pinna, Lorenzo; Enciclopédia Universal; Volume 7 - A Terra; Asa Editores; 2001

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial